Sempre te Amarei – Romance Contemporâneo +18

O esposo de Holly morre em um acidente de trânsito no mesmo dia em que celebram seu vigésimo aniversário de casamento.

Desconsolada por não ter conseguido dizer adeus a Sam, ela decide preparar um funeral especial para honrar sua vida. Sem imaginar que, graças a força do amor que os une, terão uma nova oportunidade para se verem.

Holly sente que a visita do espírito de Sam será o apoio que ela necessita para continuar com sua vida, procurar um emprego e cumprir assim com todas as responsabilidades financeiras pelas quais terá de se responsabilizar a partir deste momento. Deverá fazer isto pelos seus filhos e por ela.

Uma série de eventos importantes em sua vida demonstra que com confiança em si mesma e vontade de superação pode conseguir tudo o que quer. Entre estes eventos conhece Steve, a quem deverá ver com mais frequência do que gostaria.

Movido pelo ciúme, o espírito de Sam começa a se comportar de uma maneira estranha, fazendo com que Holly comece a se questionar se realmente está fazendo o certo ao manter o espírito do seu marido ao seu lado.

Holly será capaz de dizer adeus a Sam definitivamente? Poderá abrir-se novamente ao amor e dar uma oportunidade para Steve?

siempre te amarei stefania gil

Steve segurou minhas mãos. Aproximou-se um pouco mais de mim. O suficiente para que eu pudesse sentir a sua respiração.

Vi que Sam apertou as mãos.
— Deixe-me convidá-la para sair, Holly.
— Steve eu… — queria dizer que não, mas minha maldita boca parecia ter ganho vida própria e não me deixava terminar —, a verdade é que eu amanhã… sinto muito, mas …
Minhas mãos começaram a tremer.
— Está com frio?
Steve aproximou-se um pouco mais de mim e passou o braço ao redor do meu pescoço para me aquecer. Não sentia frio, maldição, estava tremendo de nervosismo por tê-lo tão perto e ver a reação de Sam.
Sam parecia uma panela de pressão prestes a explodir a qualquer momento e isto me dava medo porque não sabia o que poderia acontecer.
Steve me deu um beijo no alto da minha cabeça.
Era tão bom. Este homem tinha um cheiro doce. Sua pele era suave. Suas mãos quando esfregavam minha pele me faziam sentir pequenas descargas eléctricas por todo o corpo.
E, após lutar muito contra o destino, me dei por vencida e coloquei a cabeça sobre o seu peito.
Lá estavam os batimentos de um coração. Podia ouvi-los. Podia sentir o calor corporal de Steve invadindo meu corpo.

Agradeci este contato físico como alguém que passa dias perdido no deserto e finalmente quando está prestes a morrer de desidratação, encontra água.

Compre agora:

Sempre te Amarei

Leia as primeiras páginas aqui:

Compartir en las redes:

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *